Vinte e um pontos a serem considerados na interpretação do SANDPLAY

Martin Kalff
Journal of Sandplay Therapy, Volume 16, numero 1, 2007.

“Vinte pontos a serem considerados na interpretação do Sandplay” foi publicado no Journal of Sandplay Therapy em 1993. Estas reflexões sobre a interpretação do sandplay foram originalmente compiladas de um artigo escrito por M.Kalff em resposta à solicitação de alunos americanos a respeito de diretrizes norteadoras para a interpretação. O artigo foi revisado e ampliado em 2006 e teve seu titulo atualizado para: “Vinte e um pontos a serem considerados na interpretação do Sandplay”. O artigo discorre sobre a possibilidade da terapia do Sandplay permitir a expressão da consciência não-verbal; sobre a interpretação do terapeuta para o cliente ser desencorajada para não limitar a liberdade de expressão e experiência do cliente. Vinte e um pontos são considerados para a compreensão do processo de sandplay de um cliente.

Clique no link abaixo para ter acesso ao artigo no Journal of Sandplay Therapy:

https://www.sandplay.org/journal/jst-other/twenty-one-points-to-be-considered-in-the-interpretation-of-a-sandplay/

N'Areia: